segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Notícias da política

Três perguntas para... Neuza Borges

O Brasil tem jeito?

Neuza Borges: O Brasil teria jeito, se o povo fizesse pra valer uma manifestação de verdade. Se cada um colocasse dentro de suas casas produtos de maior necessidade e ficasse dentro da mesma por 3 dias, sem medo de patrão. Que funcionassem apenas as emergências. Outra alternativa seria fazer greve nas urnas, não votando em ninguém.

A crise entre poderes como temos visto no âmbito federal a incômoda?
Neuza Borges: Pra mim o Legislativo nem deveria existir. É ali que começa a formação de quadrilhas.

Sobre cultura, os artistas têm tido apoio do poder público para tirar projetos do papel?
Neuza Borges: Artista não tem poder para mais nada. O mundo artístico mudou. Os políticos, em geral, só estão trabalhando por benefícios próprios. Um elenco de cartas marcadas pelas próprias organizações. Diga-se de passagem que estou desempregada há três anos. Estou vivendo com o apoio de amigos. Não consigo ficar feliz, com 49 anos de bom serviço prestado em uma casa, com orgulho de ter feito tantos trabalhos maravilhosos, e estar sendo hoje menosprezada, enterrada viva, passando por necessidades por ser negra, pobre e mais velha. O políticos em geral estão mais voltados a obter o melhor para si. Não estão nem aí para as necessidades dos outros.


Tá perto
Agentes e delegados da Polícia Federal estão debruçados em documentos e nos depoimentos fornecidos pela ex-subsecretária de Administração Geral da Secretaria de Saúde, Vanusa Hermeto. No material estão detalhes de irregularidades cometidas na pasta, sobretudo, no início deste ano. Uma das situações envolve a polêmica compra de órteses e próteses. Há ainda casos de privilégio em quitação de faturas mediante suposto pagamento de propina, além de compras com cartas marcadas.


Ta perto 2
Vanusa Hermeto conhece bem a Secretaria de Saúde por ser servidora de carreira e ter ocupado postos-chaves em governos anteriores. Numa carta aberta à sociedade chegou a dizer que “é uma questão de tempo para ela (Polícia Federal) revelar os verdadeiros gatunos”. Vanusa também é advogada e atualmente disputa uma vaga de conselheira tutelar da Candangolândia, onde o marido João Hermeto (PMDB) fez carreira como administrador regional.


Testemunho
No mesmo fim de semana em que completou 47 anos, o deputado federal Rogério Rosso (PSD) aproveitou para fazer um balanço da vida sem o cigarro. Na verdade, um testemunho que se transformou em viral no dia nacional de combate ao fumo (sábado, 29/8). Numa rede social, o ex-governador contou que chegou a fumar 100 cigarros por dia e que precisou travar uma luta psicológica, física e espiritual para largar a dependência. Foi aí que descobriu o prazer que a bicicleta poderia trazer, aliado à fé em Deus e a força da família.


Preocupada?
A deputada Telma Rufino aparentava não estar nem um pouco preocupada com a reunião do Conselho de Ética do PPL, marcada para sábado (29), para decidir o futuro da distrital na legenda. Telma passou o dia como voluntária no mutirão de limpeza do Córrego Vereda da Cruz, em Arniqueira. Só no domingo (30) procurou saber o resultado do “julgamento” feito por antigos aliados.


Agora vai
Praticamente três meses parada, a gráfica da Câmara Legislativa vai voltar a atender demandas dos parlamentares e dos setores administrativos. Foi assinado o contrato com a empresa MaqGraf Tecnologia e Informática para o conserto das máquinas, ao custo de R$ 70 mil. Coincidentemente, no período em que as impressoras da gráfica ficaram sem funcionar, também faltaram cartuchos de tinta colorida para serem fornecidos aos gabinetes. Diante disso, todo o material impresso em cores teve que ser feito por meio de um convênio com a gráfica do Senado Federal.


Cobrança
Representantes do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF estiveram com a nova responsável pela comunicação do GDF, Vera Canfran. Na lista de reivindicações estão a implantação do Conselho Distrital de Comunicação, já previsto na Lei Orgânica; o cumprimento da lei que destina 10% das verbas publicitárias do governo para veículos comunitários; a criação de uma TV pública; o fortalecimento da rádio Cultura FM; e a realização de concurso público para preenchimento de vagas em assessoria de imprensa.


Nova empresa pública
Os diretores do SJPDF também cobraram pagamento de faturas atrasadas a jornais, emissoras de rádio e TV, já que isso teria gerado uma onda de demissões em algumas empresas. Vera Canfran prometeu estudar as demandas e deu uma notícia que agradou aos presentes: a Agência Brasília, hoje com status de subsecretaria, caminha para se tornar uma empresa pública aos moldes do que já ocorre em estados como Goiás.


Reflexão do dia
“Temos que estimular o empreendedorismo, porque isso vai gerar renda e emprego. Brasília precisa assumir a vocação nesta área. Dessa forma a gente vai conseguir diminuir o estigma de que a capital da República tem como maiores empresas os governos federal e local”. Thiago Jarjour, secretário do Trabalho

Pra finalizar: Luziânia continua sendo a cidade mais populosa da Região Metropolitana do DF, segundo o IBGE. São 194 mil habitantes. Em segundo lugar aparece Águas Lindas de Goiás com 187 mil moradores.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Notícias da política

Rápido e Rasteiro

* A praça Zumbi dos Palmares, no Conic, será palco amanhã (29) das atividades da IX Ação Lésbica Feminista do DF. Na programação: roda de capoeira, shows musicais e oficinas de arte.

* O BRB renovou contrato com as duas agências de publicidade que atendem o banco. Com isso, NBS e a Plá vão continuar responsáveis pelas campanhas da marca por mais um ano.

* Mais uma vez os monumentos do DF vão ganhar iluminação especial nas ações do Outubro Rosa. O GDF está licitando as “folhas de gelatina” na cor rosa. O valor estimado é de R$ 19,5 mil.

* A Algar Telecom, com sede em Uberlândia-MG, venceu a licitação para implantação do serviço de telefonia 0800 da Câmara Legislativa. O custo do contrato é de R$ 70 mil.

* Um projeto do distrital Bispo Renato (PR) inclui a disciplina “música” no currículo da educação básica das escolas das redes pública e privada do DF.

* Com a confirmação do distrital Dr. Michel (PP) no TCDF, começou a corrida pela vaga de corregedor da CLDF. No páreo estão os deputados Delmasso (PTN) e Wellington Luiz (PMDB).

* O GDF retornou para as administrações regionais o papel de aprovar projetos arquitetônicos e emitir autorizações de obras de menor porte. A mudança começa a valer hoje (28).


Apuração
O contrato firmado em 2013 pela Secretaria de Saúde do DF para prestação do serviço de telemedicina é alvo de investigação no Ministério Público. A contratação foi feita sem licitação e dos mais de 200 pontos de atendimento que deveriam ser instalados, nem metade chegou a funcionar. Há ainda questionamento em torno do número de exames realizados e pagos no período. A contratada foi a Associação do Sanatório Sírio de São Paulo. Na época o responsável em tocar o processo de contratação foi o então subsecretário de Atenção à Saúde, Roberto Bittencourt. Em uma outra frente estão sendo analisados contratos que foram assinados na mesma época e saíram do mesmo setor, como os da terceirização de serviços de diagnóstico. Os promotores vão examinar tudo com lupa.


Rapidinha
O governador Rollemberg deu um pulo rápido até Goiânia-GO para participar da solenidade de filiação da senadora Lúcia Vânia ao PSB. Assim como no DF, no estado vizinho os socialistas são aliados do PSDB, que é a antiga sigla da senadora. O evento contou ainda com a presença do governador de Goiás, Marconi Perillo.


Pesquisa
A Secretaria de Segurança Pública e Paz Social vai fazer uma pesquisa de opinião com a população do DF. O tema não foi divulgado. A licitação para escolha de empresa que fará o serviço está marcada para o próximo dia 10. De acordo com o edital, a vencedora terá que aplicar 19,5 mil questionários, no prazo de 120 dias. Para isso deve receber aproximadamente R$ 1,2 milhão.


Com razão
A decisão de George Michael (PDT) de entregar o cargo de secretário do Trabalho e do Empreendedorismo vai muito além do fato do GDF ter declinado apoio à implantação do Memorial João Goulart, no Eixo Monumental. Desde que aceitou o convite para comandar a pasta, o ex-secretário tem cobrado atenção para a área do trabalho. Basta uma consulta ao Siga Brasília para ter a certeza de que nunca foi ouvido. Dos R$ 15 bilhões gastos pelo governo até agora, só 0,1% foi investido em programas voltados para a capacitação profissional, geração de renda e emprego. Isso tem deixado a pasta na lanterninha do ranking de despesas.


Recado 1
Numa reunião convocada às pressas ontem (27) à tarde, representantes de 14 sindicatos patronais se reuniram na sede do Sindivarejista. O encontro serviu para fechar o consenso de que o “prazo dado para que o GDF mude a postura com o setor produtivo acabou”. Desde janeiro, empresários têm reclamado da falta de pagamentos por parte do governo, morosidade na emissão de licenças e alvarás, além da falta de incentivo fiscal. Alguns empresários que participaram da reunião anunciaram que já estão em fase de migração do CNPJ para Goiás.


Recado 2
A sinalização de envio de um “Pacote de Maldades” à Câmara Legislativa agravou ainda mais a situação. Os empresários são contra novos aumentos de impostos. Para deixar claro esse posicionamento, o mesmo grupo se reunirá no próximo dia 21 de setembro com, pelo menos, 20 distritais. “Se insistirem em nos tratar assim, Brasília vai parar de vez”, desabafou um dos presentes.


Mais dois
O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab), Gilson Paranhos, viaja a serviço para São Paulo na próxima segunda-feira (31). O motivo? Vai visitar um “empreendimento construído pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto - o MTST”. A passagem e a diária serão pagas pelo GDF. O diretor imobiliário da Codhab, Jorge Gutierrez, vai junto.


Comprovante
Os consumidores têm o direito de saber o motivo da recusa ou restrição ao crédito na hora de fazer uma compra a prazo ou pedir um empréstimo. Essa é a justificativa usada pelo deputado professor Reginaldo Veras (PDT) para apresentar na Câmara Legislativa um projeto de lei que obriga os estabelecimentos comerciais a fornecerem documento ao cliente em caso de recusa de crédito. A proposta ainda não tem data para ser votada.


Reflexão do dia
“Não adianta pensar em resolver o problema do transporte público e da mobilidade urbana pensando apenas em ônibus. Sem olhar para o futuro, nada vai adiantar. O metrô e o transporte ferroviário de passageiros são sim as melhores alternativas para isso”. Liliane Roriz, deputada distrital

Para finalizar: A 4ª Vara de Fazenda Pública do DF julgou improcedente a ação de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público contra o ex-governador Agnelo Queiroz (PT) pela prática de nepotismo. O processo trata da contratação de parentes na Secretaria de Meio Ambiente.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Notícias da política

Por onde anda?

João de Deus foi deputado distrital. Em 2002 foi eleito pelo PDT com 10.542 votos. Na legislatura anterior, na condição de suplente, chegou a ocupar um lugar na Câmara Legislativa diante das ausências temporárias de titulares. Policial militar da reserva, João de Deus entrou para a política depois de liderar protestos da categoria por melhores salários e condições de trabalho. Ficou conhecido por usar o rádio da viatura para convocar colegas a fazer “operação tartaruga”. Respondeu a sindicâncias, foi punido, expulso da corporação e readmitido. Hoje, João de Deus (PPS) é prefeito de Água Fria de Goiás, na região metropolitana do DF. É o segundo mandato à frente da Prefeitura. Além da política, dedica parte do tempo ao rádio. Apresenta o programa “Na Trilha da Verdade” aos sábados, das 6 às 8h, na Atividade FM (107,1). É também presidente da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros do DF.


Mais e menos

O deputado Wasny de Roure (PT), mais uma vez, foi o campeão de gastos da verba indenizatória na Câmara Legislativa, entre os 21 que prestaram contas do mês de junho. O distrital usou R$ 28,1 mil para pagar despesas com combustível, consultoria, aluguel de escritório e divulgação da atividade parlamentar. Na contramão, quem gastou menos foi o deputado Chico Leite (PT), que usou R$ 1,1 mil do que tinha direto. Já os deputados Agaciel Maia (PTC), Chico Vigilante (PT) e Joe Valle (PDT) não usaram a verba.


Qual é a nota?
Empresários do DF se reuniram ontem (26) em mais um almoço-debate promovido pela LIDE. O painel principal contou com a participação da presidente da Câmara Legislativa, deputada Celina Leão (PDT). Os participantes puderam fazer perguntas. E uma delas deixou a distrital desconcertada. O presidente da Associação Comercial do DF, Cleber Pires, perguntou qual nota daria para a gestão Rollemberg. A resposta veio em risos. Muitos risos. Já outro participante do encontro, o deputado Bispo Renato (PR) foi mais direto: “não posso dar menos de zero... então é zero”, disse.,


Desconforto
Na solenidade de abertura da Semana do Empreendedor do Sebrae, um deslize do cerimonial gerou um certo desconforto. O presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, não foi ao evento. Mas fez questão de enviar representante: o conselheiro da Federação e ex-presidente do Sindiatacadista, Fábio de Carvalho. O problema é que, mesmo com o nome inscrito nas fichas do cerimonial, o representante não foi chamado para compor a mesa. Não deu outra: Fábio de Carvalho foi embora. Quando o superintendente do Sebrae, Valdir Oliveira, notou que havia algo de errado já era tarde.


Raízes
O vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no DF nasceu Severino de Sousa Oliveira. Mas ficou conhecido no meio jurídico com o sobrenome dado por amigos em razão da cidade natal: Cajazeiras, na Paraíba. O advogado tem tanto orgulho de onde nasceu, que prepara uma ação na Justiça para oficializar a inclusão do “sobrenome” Cajazeias nos documentos pessoais.


Disputa
A propósito, Severino Cajazeiras não deve ser candidato a presidente da OAB-DF nas eleições deste ano, como havia sido cogitado por aliados. O nome apoiado por ele e pelo atual presidente, Ibanêis Rocha - que na campanha passada prometeu não disputar reeleição - será o do advogado Juliano Costa Couto, que é professor da UDF e já foi conselheiro da Ordem.


Outra vez
A Câmara Legislativa concluiu a licitação para escolha de empresa responsável pela vigilância patrimonial semana e desarmada. A vencedora foi a Zepim Segurança e Vigilância, que já fazia o serviço. O novo contrato tem duração de um ano e o custo total de R$ 3,4 milhões.


Concurso
A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude deu mais um passo no sentido de realizar concurso público para preenchimento de vagas na pasta. A empresa escolhida para realizar a seleção foi a Fundação Universa. As taxas de inscrições vão variar de R$ 68 a R$ 98, dependendo do cargo a ser disputado. Do total arrecadado 21% vão para o Fundo Distrital de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. O restante vai para a banca organizadora.


Reflexão do dia
“Tem legislação ruim, burocracia, tecnologia atrasada e falta de profissionais atravancando a emissão dos alvarás. Mas o que mais atrasa são as ilegalidades que construtores cometem e não querem corrigir ou taxas que não querem pagar”. Hélio Doyle, ex-secretário da Casa Civil

Para finalizar... A partir de agora funcionários dos Correios no DF vão poder retirar camisinhas de graça na sede da empresa. A ação é feita em parceria com Ministério da Saúde. Só neste mês serão disponibilizados 20 mil preservativos.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Notícias da política

Bate e Rebate

O Brasil deve ou não descriminalizar o porte de drogas para consumo próprio?

“É sabido que as drogas causam prejuízos físicos e sociais a seu consumidor, ainda assim, dar tratamento criminal ao uso de drogas é medida que parece ofender de forma desproporcional o direito à vida privada e à auto determinação”.  Gilmar Mendes - Ministro do STF.

“Caso seja descriminalizado o uso de drogas para consumo próprio, a instituição familiar mais uma vez vai ficar exposta. Um exemplo claro disso é o álcool, que é uma droga lícita, gera arrecadação para o Estado, mas tem causado muitos males à família brasileira.” Ronaldo Fonseca - deputado federal (PROS).


Medo
A informação de que uma força-tarefa do Ministério Público está investigando a atuação dos integrantes da CPI do Transporte na Câmara Legislativa tem tirado o sono de alguns distritais. A situação se agravou no início da semana após surgirem rumores de que os promotores do caso pediram autorização à Justiça para quebra dos sigilos fiscal, bancário e telefônico de algumas pessoas. Tudo porque teria havido a aproximação muito repentina entre investigados e quem deveria investigar.


Apuração
Dois saques efetuados na conta corrente do Fundo de Desenvolvimento Rural do DF sem o consentimento do conselho administrativo e gestor do FDR/DF são alvo de uma representação do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas. A retirada de valores teria sido feita no fim do ano passado. A denúncia foi feita pelo atual secretário de Agricultura, Guilherme Leal.


E agora?
O administrador de Sobradinho, Divino Sales, esteve com o governador Rollemberg na última sexta-feira (21). Mas a conversa não teria sido nada amistosa. O motivo? A falta de condições de trabalho. Desde janeiro, a administração está sem engenheiro para assinar projetos e sem chefe de gabinete. O cargo de diretor responsável pelas pequenas licitações também não foi preenchido. Diante de tal situação, o administrador teria dito é que melhor “deixar o cargo para não queimar o filme”.


Não fecha
O GDF já arrecadou neste ano cerca de R$ 80 milhões em Taxa de Limpeza Pública (TLP), que é cobrada de todos os proprietários de imóveis. O valor é praticamente metade do que foi pago pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) às duas empresas responsáveis pelo serviço. Valor Ambiental e Sustentare receberam juntas, até agora, aproximadamente R$ 170 milhões.


De pai para filha
Benair Domingos, filha do ex-deputado Benedito Domingos, assumiu a presidência do PP Mulher no DF. Candidata a deputada federal nas eleições do ano passado, Bena - como é conhecida - teve cerca de 8 mil votos e ficou na suplência da coligação que elegeu Ronaldo Fonseca (PROS) e Érika Kokay (PT).


Transporte
A Secretaria de Educação concluiu a licitação para escolha da empresa que vai fazer o transporte dos alunos da rede pública de ensino do Gama. A vencedora da concorrência foi a Transreal Transportes e Serviços. Pelos 30 meses de contrato vai receber aproximadamente R$ 1,8 milhões.


Exemplo
O presidente da Codeplan, Lúcio Rennó, fará uma viagem para os Estados Unidos, no próximo dia 31. Vai ficar até o dia 5 de setembro na Califórnia para participar do Annual Meeting Proposal Acceptance, que reúne cientistas de todo o mundo para discutir políticas públicas. Ao contrário de outros colegas do primeiro escalão do GDF, Rennó abriu mão de diárias e passagens pagas com dinheiro público.


Reflexão do dia
“Precisamos de gestores que tenham coragem de transformar nossas cidades pensando nas futuras gerações. É preciso introduzir conceitos de planejamento urbano sustentável e refletir sobre os problemas socioambientais. A grande verdade é que Brasília é uma cidade que tem tudo para ser um grande laboratório de políticas públicas para o Brasil. Basta ter vontade política”


Para finalizar... Os gastos do GDF com as administrações regionais estão bem abaixo de anos anteriores. Em praticamente oito meses de gestão foram R$ 95 milhões. Em 2014, nesta mesma época, o montante estava em torno de R$ 200 milhões.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Notícias da política

OPINIÃO DA SEMANA

A mitologia descreve a Fênix como um pássaro lendário que morria, mas depois de algum tempo renascia das próprias cinzas. Verdade ou mito, na política muita gente quer ter o seu momento de Fênix. No DF, aliás, histórias nesse sentido não faltam. Ainda mais em se tratando de ex-governadores. José Roberto Arruda viveu dois momentos assim: uma vez após o escândalo do painel do Senado e outra depois da Caixa de Pandora. Se não fosse uma decisão da Justiça talvez fosse o atual ocupante do Palácio do Buriti. Rogério Rosso também teve o seu momento Fênix. Quatro anos após uma curta gestão cheia de problemas, principalmente em se tratando de limpeza pública, elegeu-se deputado federal com quantidade expressiva de votos. Pois bem... Agora quem está na fila do renascimento é Agnelo Queiroz. Abatido em pleno vôo, ou melhor em pleno governo, errou tanto e tantas vezes, que não chegou sequer ao segundo turno das eleições do ano passado. Deixou o Governo do Distrito Federal, segundo a atual gestão, com o caixa zerado e devendo pra todo mundo. Exilou-se em Miami e Buenos Aires, gozando licença prêmio, e agora tendo que retornar ao batente, como médico da Secretaria de Saúde, entrou de licença médica, enquanto espera um cargo no governo federal. Alvo certeiro do Ministério Público, Agnelo responde a várias ações de improbidade, embora o que mais lhe preocupava, a construção do Estádio Nacional Mané Garrincha, tenha passado em branco. Recentemente declarou a imprensa que o seu governo “ainda será reconhecido”. Pelos que ele deixou sem receber, dando um verdadeiro calote, já o é, só que pelo lado negativo. Daí não ter deixado saudade nenhuma. Se deseja mesmo ressuscitar, é bom começar a dobrar os joelhos para contar com a mesma sorte dos antecessores, pois como diz o filme estrelado pelo humorista Fábio Porchat: “seu passado te condena”.


De olho
O Ministério Público do DF está aprofundando as investigações em torno dos gastos da verba indenizatória por parte dos deputados distritais e deve apresentar denúncia à Justiça nos próximos dias. O foco são despesas com combustível, locação de veículos e contratação de consultoria - em especial na área jurídica. Há parlamentares que, mesmo após notificação dos promotores de justiça no início do ano, continuaram cometendo irregularidades no uso da verba.


De olho 2
No caso das despesas com combustível, o MPDFT já encontrou indícios de que a quantidade de gasolina e etanol usada em alguns gabinetes não condiz com a quilometragem rodada pelos veículos que teriam feito os abastecimentos. Há ainda situações em que carros de pessoas que não trabalham na Câmara Legislativa foram abastecidos e a despesa ressarcida por meio da verba indenizatória. Em relação às notas fiscais de consultoria, há desde suspeita de serviços pagos e não prestados até a atuação do contratado em processos judiciais de cunho pessoal.


Fim dos ruídos
A presidente da Câmara Legislativa, deputada Celina Leão (PDT), tem procurado individualmente os deputados distritais para desfazer o boato de que iria disputar a vaga de conselheira do Tribunal de Contas do DF. O objetivo é apagar qualquer suspeita de comportamento infiel. A distrital tem falado, inclusive, com forças políticas sem mandato. Nas conversas, tem deixado claro que apoia a candidatura do deputado Dr. Michel (PP).


Peregrinação
Outro que tem procurado parlamentares e lideranças políticas é o ex-vice-governador Tadeu Filippelli. As conversas começaram com colegas de partido, o PMDB. Depois se estenderam a aliados antigos, vinculados a legendas como o DEM e PTB. Em seguida foi a vez de retomar o diálogo com aqueles que deram sustentação ao governo anterior, incluindo representantes do PT. E agora o bate-papo está focado em integrantes insatisfeitos da atual gestão. Neste caso há desde filiados ao PDT, passando por gente que espera a criação da Rede e até políticos do próprio partido do governador, o PSB. O objetivo é começar a construir uma candidatura ao GDF em 2018.


Vindo de você...
O deputado federal Alberto Fraga (DEM) não esconde a decepção com o governador Rollemberg. Mas isso não se estende ao vice Renato Santana. Nesta segunda-feira (24), o representante do DF na Câmara dos Deputados elogiou o vice-governador ao afirmar que ele tem usado a criatividade para encontrar soluções para os problemas das regiões administrativas e driblar a crise. Fraga disse ainda que o exemplo deveria ser seguido por todos os integrantes do GDF.


No Lago
O Corpo de Bombeiros reabriu a licitação para compra de uma lancha que será usada para atender ocorrências no Lago Paranoá. O certame havia sido suspenso após uma das empresas interessadas questionar as cláusulas do edital. Alterações foram feitas e a abertura das propostas deve ocorrer no próximo dia 3. O custo estimado da lancha é de R$ 1,5 milhão.


Reflexão do dia...
“Diante do cenário político e econômico que estamos vivendo, só nos resta pedir a Deus que ilumine nossos governantes, dando a eles sapiência para poder resolver todos os problemas da população”. Jair Tedeschi, coronel reformado da PM e ex-diretor do Detran.


Para finalizar...
A Secretaria de Saúde do DF já gastou em 2015 cerca de R$ 3,6 bilhões. O valor é R$ 300 milhões maior do que as despesas de todo o ano passado.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Notícias da política

Três perguntas para... Cláudio Abrantes

Como avalia o atual cenário político do DF e do Brasil?

Cláudio Abrantes: Vejo com preocupação. A política é uma atividade do ser humano, deve ser praticada unicamente para o bem comum, para a sociedade. No entanto, o que vemos hoje é um descrédito total da política. Isso afeta quem pratica a boa política e desestimula quem gostaria de entrar. Então, creio as instruções democráticas devem assumir seu papel para que esse instrumento, da sociedade, não se perca.

Como está a expectativa para retornar à Câmara Legislativa, caso Dr. Michel seja indicado para o TCDF?
Cláudio Abrantes: Estou à distância, não quero gerar expectativa demais e correr o risco de me decepcionar. Mas se tiver que voltar, estou pronto.

Você realmente pensa em mudar de partido?
Cláudio Abrantes: Sobre a mudança de partido, não penso nisso. Muita gente, até do PT, me coloca na Rede, por causa de um almoço que tive com pessoas que estão por trás da criação da nova legenda. A Rede não foi criada e não temos nada oficial. Nunca dei declaração falando disso, mas sempre me colocam na sigla, mesmo sem ela existir formalmente. Estou filiado ao PT, isso é fato.


Revisão
Depois das discussões em torno da redução da maioridade penal, a Câmara dos Deputados pode iniciar ainda neste ano a revisão da Lei de Execução Penal. Um dos itens que devem ser revistos trata dos chamados “saidões” - que concedem liberdade a detentos em datas como dia dos pais e o Natal. O problema é que alguns beneficiados não voltam e outros retornam aos presídios portando drogas e até armas. O requerimento que pede a criação de uma Comissão Especial para revisar a Lei é do deputado Laerte Bessa (PR), que representa DF.


De jogador a playboy
Brasília recebe amanhã (25) a cúpula do Partido Republicano Brasileiro (PRB) para as comemorações dos 10 anos de criação da sigla. O evento será no Congresso Nacional e deve marcar a filiação do zagueiro pentacampeão mundial Edmilson - atual integrante da comissão técnica da Seleção Brasileira de Futebol. Também confirmaram presença artistas, atletas e celebridades, como o conde Chiquinho Scarpa, que passou a integrar as fileiras do partido recentemente.


Eu pago, tu pagas...
A Câmara Legislativa vai pagar “uma diária” ao vereador curitibano Jorge Bernardi (PDT) para que ele venha a Brasília. O motivo da visita? Prestar informações aos integrantes da CPI criada para investigar supostas irregularidades na licitação do transporte público do DF. Bernardi foi presidente de uma outra CPI que investigou a concorrência para escolha dos operadores do serviço de transporte de Curitiba.


Luxo
A Secretaria de Turismo abriu licitação para contratar empresa especializada em terceirização de mão de obra de garçom, cabineiro e recepcionista. A vencedora irá atender às demandas da Setur e dos administradores da Torre de TV. O valor estimado do contrato é de R$ 382 mil. A abertura das propostas será feita no próximo dia 4.


Contrato aditivado
O Tribunal de Contas do DF fez um aditivo ao contrato de prestação de serviço de locação de veículos e motorista. A empresa responsável vai receber R$ 192 mil para atender às demandas de agora até o dia 27 de outubro - cerca de 2 meses a mais de serviço. Do início do ano até agora o TCDF já empenhou aproximadamente R$ 1,8 milhão para pagar despesas deste contrato.


Reconhecimento
A Escola de Música de Brasília (EMB) está perto de ser considerada Patrimônio Cultural do Distrito Federal. A proposta, de autoria da deputada Luzia de Paula (PEN), foi aprovada na Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Legislativa e agora seguirá para o Plenário. Recentemente uma outra escola recebeu o mesmo título: a antiga Escola Industrial de Taguatinga (EIT). O título ajudou a movimentar o espaço com mais atividades culturais e comunitárias.


Reflexão do dia...
“Precisamos enaltecer o trabalho do Ministério Público e do poder Judiciário no combate à corrupção. As ações contra a corrupção devem ser constantes e permanentes para garantir a defesa do patrimônio público. Mas existe a complacência da sociedade com corruptos contumazes e com pequenas transgressões que são a raiz da corrupção. Precisamos de penas mais eficientes para quem for condenado por corrupção”. Chico Leite - deputado distrital


Pra finalizar... O Projeto Cão-Guia de Cegos do DF realiza uma campanha de financiamento coletivo para construir uma pequena fábrica de brindes, que vai ajudar a dar autonomia financeira ao projeto. Até o dia 26 de setembro é possível fazer doações de R$ 10 a R$ 2 mil pelo Kickante.com.br

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Notícias da política

Rápido e Rasteiro

* O ex-jogador Zico estará em Brasília na próxima segunda-feira (24). À convite do Sebrae-DF, vai ministrar a palestra “Como montar um time campeão”. O evento é gratuito e será na Universidade de Brasília.

* O Shopping Quê, que já conta com unidade em Águas Claras, também vai abrir portas em Ceilândia. A obra está em estágio avançado, na área ao lado do IESB Oeste.

* A empresa GreanLeaf ganhou a licitação para cuidar do gramado do Mané Garrincha. O valor do contrato é de R$ 1,1 milhão por oito meses. Ou seja: cerca de R$ 5 mil por dia.

* Um projeto em tramitação na Câmara Legislativa declara Brasília cidade irmã de Jerusalém. A proposta é da deputada Celina Leão (PDT).

* O Metrô vai contratar empresa especializada para modernizar o sistema de radiotelefonia da linha 1. O custo estimado é de R$ 12,2 milhões.

* O deputado federal Alberto Fraga (DEM) também entrou nas discussões em torno do aplicativo Uber. Prepara projeto de lei que legaliza serviços dessa natureza no país.

* O quadro de servidores da Funap começou a ser recomposto. Quatro pessoas foram nomeadas. Até pouco tempo os próprios diretores (geral e adjunto) precisavam ir a campo coletar assinatura de sentenciados.

* Nesta sexta-feira (21), às 8h30, a Comissão de Direitos Humanos do Senado promove audiência pública para discutir os problemas da rede pública de saúde do Distrito Federal.


Começou
O secretário de Saúde, Fábio Gondim, fez a primeira mudança no quadro de subsecretários da pasta. A troca ocorreu na Subsecretaria de Logística e Infraestrutura em Saúde, responsável pelos contratos de limpeza, vigilância, manutenção predial das unidades de saúde, alguns contratos de aluguéis e compra de equipamentos de maior complexidade. Sai a servidora de carreira Celi Rodrigues Marques - que também ocupou o cargo no governo Agnelo Queiroz - e entra o advogado Marco Antônio Ferreira Júnior, que atuava no Maranhão.


No Céu
Uma representação do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do DF questiona a legalidade e economicidade da contratação, sem licitação, da Turbomeca do Brasil Indústria e Comércio por parte do GDF. A empresa foi contratada para fazer a manutenção preventiva e corretiva dos helicópteros do Corpo de Bombeiros. O acordo foi firmado em junho deste ano, ao custo de R$ 401 mil.


Mudanças
A CEB Geração, braço da CEB responsável pelas usinas de produção de energia, tem novos conselheiros fiscais. Em resumo: saem os indicados do PT e entram os nomes do governo atual. No lugar de Francisco Chagas Machado Filho, Isis Dantas da Cruz e José Willemann, assumem João Emigdio da Costa, Luiz Reis de Mello e Wolney Arruda. O diretor-geral Paulo Afonso Teixeira Machado foi reconduzido ao cargo por mais dois anos. A CEB Geração fechou 2014 com resultado financeiro perto de R$ 8 milhões. Praticamente o mesmo valor do ano anterior.


Mais ouvidas
A Clube FM (105,5) continua na liderança da audiência entre as rádios do DF. O dado é do IBOPE. A Atividade (107,1) é a segunda colocada, seguida pela Jovem Pan (106,3) e CBN (95,3). JK, Antena 1, Nova Aliança, Mix, Rede Aleluia e OK aparecem na sequência. O ranking leva em consideração 25 rádios comerciais do Distrito Federal. A BandNews FM e a Nova Brasil, que antes estavam entre as 10 mais ouvidas, agora ocupam a 11a. e 12a. colocação, respectivamente.


Irritado
Padrinho dos quiosqueiros, o deputado Raimundo Ribeiro (PSDB) saiu em defesa da categoria. Em pronunciamento no plenário da Câmara Legislativa, afirmou que está havendo uma tentativa de demonizar os quiosques e cobrou do governo celeridade para se propor o plano de ocupação. Exaltado, o deputado chegou a chamar a atual gestão de incompetente.


Cafezinho
O Tribunal de Justiça do DF vai ter café no bule. O departamento administrativo, responsável pelas compras e pagamentos, reservou no orçamento R$ 7,5 mil para a aquisição de 100 bules para café. De acordo com o edital disparado ao mercado, os acessórios devem ser em aço inox, com tampa articulada e ter capacidade para até 600 ml de café ou outra bebida quente.


Homenagem
A Secretaria de Turismo de Brasília preparou um dia de atividades em comemoração ao 132º aniversário do sonho-visão de Dom Bosco. Vai ser na Ermida, 30 de agosto. A programação inclui Cortejo Náutico, competição de regata, food trucks, música ao vivo e participação da Associação de Pilotos de Ultraleves de Brasília (APUB), com um sobrevoo sobre o Lago Paranoá.


Reflexão do dia
“O novo conselheiro do Tribunal de Contas deve possuir os requisitos previstos na Lei Orgânica do DF. Ou seja: ter reputação ilibada, idoneidade moral, vasto conhecimento e experiência mínima de 10 anos em direito, contabilidade, economia ou administração pública”. Renato Rainha, presidente do TCDF.


Para finalizar...
A Secretaria de Saúde registrou 21 casos de leishmaniose em 2015. A maior parte é de animais que contraíram a doença em outras unidades da federação. Entre os casos autóctones, que é quando a transmissão ocorreu no DF, Sobradinho lidera o ranking.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Notícias da política

Rápido e Rasteiro

* O ex-jogador Zico estará em Brasília na próxima segunda-feira (24). À convite do Sebrae-DF, vai ministrar a palestra “Como montar um time campeão”. O evento é gratuito e será na Universidade de Brasília.

* O Shopping Quê, que já conta com unidade em Águas Claras, também vai abrir portas em Ceilândia. A obra está em estágio avançado, na área ao lado do IESB Oeste.

* A empresa GreanLeaf ganhou a licitação para cuidar do gramado do Mané Garrincha. O valor do contrato é de R$ 1,1 milhão por oito meses. Ou seja: cerca de R$ 5 mil por dia.

* Um projeto em tramitação na Câmara Legislativa declara Brasília cidade irmã de Jerusalém. A proposta é da deputada Celina Leão (PDT).

* O Metrô vai contratar empresa especializada para modernizar o sistema de radiotelefonia da linha 1. O custo estimado é de R$ 12,2 milhões.

* O deputado federal Alberto Fraga (DEM) também entrou nas discussões em torno do aplicativo Uber. Prepara projeto de lei que legaliza serviços dessa natureza no país.

* O quadro de servidores da Funap começou a ser recomposto. Quatro pessoas foram nomeadas. Até pouco tempo os próprios diretores (geral e adjunto) precisavam ir a campo coletar assinatura de sentenciados.

* Nesta sexta-feira (21), às 8h30, a Comissão de Direitos Humanos do Senado promove audiência pública para discutir os problemas da rede pública de saúde do Distrito Federal.


Começou
O secretário de Saúde, Fábio Gondim, fez a primeira mudança no quadro de subsecretários da pasta. A troca ocorreu na Subsecretaria de Logística e Infraestrutura em Saúde, responsável pelos contratos de limpeza, vigilância, manutenção predial das unidades de saúde, alguns contratos de aluguéis e compra de equipamentos de maior complexidade. Sai a servidora de carreira Celi Rodrigues Marques - que também ocupou o cargo no governo Agnelo Queiroz - e entra o advogado Marco Antônio Ferreira Júnior, que atuava no Maranhão.


No Céu
Uma representação do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do DF questiona a legalidade e economicidade da contratação, sem licitação, da Turbomeca do Brasil Indústria e Comércio por parte do GDF. A empresa foi contratada para fazer a manutenção preventiva e corretiva dos helicópteros do Corpo de Bombeiros. O acordo foi firmado em junho deste ano, ao custo de R$ 401 mil.


Mudanças
A CEB Geração, braço da CEB responsável pelas usinas de produção de energia, tem novos conselheiros fiscais. Em resumo: saem os indicados do PT e entram os nomes do governo atual. No lugar de Francisco Chagas Machado Filho, Isis Dantas da Cruz e José Willemann, assumem João Emigdio da Costa, Luiz Reis de Mello e Wolney Arruda. O diretor-geral Paulo Afonso Teixeira Machado foi reconduzido ao cargo por mais dois anos. A CEB Geração fechou 2014 com resultado financeiro perto de R$ 8 milhões. Praticamente o mesmo valor do ano anterior.


Mais ouvidas
A Clube FM (105,5) continua na liderança da audiência entre as rádios do DF. O dado é do IBOPE. A Atividade (107,1) é a segunda colocada, seguida pela Jovem Pan (106,3) e CBN (95,3). JK, Antena 1, Nova Aliança, Mix, Rede Aleluia e OK aparecem na sequência. O ranking leva em consideração 25 rádios comerciais do Distrito Federal. A BandNews FM e a Nova Brasil, que antes estavam entre as 10 mais ouvidas, agora ocupam a 11a. e 12a. colocação, respectivamente.


Irritado
Padrinho dos quiosqueiros, o deputado Raimundo Ribeiro (PSDB) saiu em defesa da categoria. Em pronunciamento no plenário da Câmara Legislativa, afirmou que está havendo uma tentativa de demonizar os quiosques e cobrou do governo celeridade para se propor o plano de ocupação. Exaltado, o deputado chegou a chamar a atual gestão de incompetente.


Cafezinho
O Tribunal de Justiça do DF vai ter café no bule. O departamento administrativo, responsável pelas compras e pagamentos, reservou no orçamento R$ 7,5 mil para a aquisição de 100 bules para café. De acordo com o edital disparado ao mercado, os acessórios devem ser em aço inox, com tampa articulada e ter capacidade para até 600 ml de café ou outra bebida quente.


Homenagem
A Secretaria de Turismo de Brasília preparou um dia de atividades em comemoração ao 132º aniversário do sonho-visão de Dom Bosco. Vai ser na Ermida, 30 de agosto. A programação inclui Cortejo Náutico, competição de regata, food trucks, música ao vivo e participação da Associação de Pilotos de Ultraleves de Brasília (APUB), com um sobrevoo sobre o Lago Paranoá.


Reflexão do dia
“O novo conselheiro do Tribunal de Contas deve possuir os requisitos previstos na Lei Orgânica do DF. Ou seja: ter reputação ilibada, idoneidade moral, vasto conhecimento e experiência mínima de 10 anos em direito, contabilidade, economia ou administração pública”. Renato Rainha, presidente do TCDF.


Para finalizar... A Secretaria de Saúde registrou 21 casos de leishmaniose em 2015. A maior parte é de animais que contraíram a doença em outras unidades da federação. Entre os casos autóctones, que é quando a transmissão ocorreu no DF, Sobradinho lidera o ranking.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Notícias da política

BATE E REBATE
Os protestos pedindo o impeachment da presidente Dilma se justificam?


“O povo brasileiro não aguenta mais tanta corrupção no governo Dilma. As delações premiadas dos réus na Lava-Jato deixam claro os bilhões desviados da Petrobras para as campanhas políticas do PT. Diante disso, a presidente só tem dois caminhos: renúncia ou impeachment. O governo acabou antes mesmo de começar”. Dedé Roriz - empresário

“Se for fazer impeachment de quem está mal avaliado, vão ter que tirar os 27 governadores. Esse é um movimento político da direita que quer desestabilizar o país. Quando esses grupos vão para a rua, as empresas diminuem os investimentos, desaceleram a produção e milhares de trabalhadores são demitidos. Esse sim é o resultado dessa arruaça chamada impeachment”. Chico Vigilante - deputado distrital


Chega Pra Lá
O Ministério Público do Trabalho apura denúncia contra a deputada distrital Sandra Faraj (SD) de suposto assédio moral a servidores público na época em que ocupou o posto de administradora regional do Lago Norte. Seis pessoas a acusam de segregação no ambiente de trabalho, com discriminação a não membros do Ministério da Fé - igreja liderada pelo irmão da deputada, o pastor Fadi Faraj -, além de ofensas públicas. Os ex-chefes de Gabinete e da Assessoria Técnica da administração também são investigados.


Mais Um
Outro distrital está sendo investigado pelo Ministério Público, desta vez o MPDFT. O deputado Júlio César (PRB) é alvo de um inquérito civil público que apura supostas irregularidades nos repasses feitos pela Secretaria de Esportes ao Instituto da Livre Iniciativa Social, com sede em Águas Claras. O convênio vigente há pelo menos dois anos, no valor aproximado de R$ 2,2 milhões, prevê a gestão pedagógica do Centro Olímpico de Sobradinho. Júlio César foi chefe da pasta no período. Outros ex-servidores da Secretaria de Esportes também são investigados.


EmergencialA Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social contratou, sem licitação, uma empresa para fazer a gestão e preparo de alimentos no restaurante comunitário do Paranoá. A escolhida foi a Ruhamas SG Bragança - Visual Eventos. O contrato tem duração máxima de 180 dias e deve fechar o período em cerca de R$ 2 milhões. A contratada já atende o GDF. Só em 2015 recebeu R$ 2,6 milhões pela gestão dos restaurantes comunitários de Santa Maria e da Estrutural.


Na Bronca
O ex-secretário da Casa Civil, Hélio Doyle, usou as redes sociais para comentar uma entrevista que o deputado distrital Wellington Luiz (PMDB) deu a uma emissora de rádio a respeito das derrubadas feitas pela Agefis. Doyle escreveu: “Distrital mentindo e fazendo demagogia para defender grileiros e invasores. E foi secretário... despreparado e irresponsável”. Wellington não pensou duas vezes. Por meio da sua assessoria de imprensa divulgou nota rebatendo: “Ex-secretário que nunca foi eleito, apesar de ter tentado, que sempre saiu pela porta dos fundos, não merece qualquer resposta. Ele é um pobre coitado, merecedor de pena...”


Máquina de Dinheiro
O Governo do Distrito Federal já arrecadou R$ 92 milhões em multas de trânsito em 2015. A maior parte, cerca de R$ 36 milhões, é oriunda das penalidades aplicadas pela PMDF/DER. Os agentes do Detran foram os responsáveis pela segunda maior arrecadação: com R$ 19 milhões. A diferença foi obtida por meio de equipamentos instalados em semáforos, barreiras eletrônicas e outros agentes de fiscalização.


Realidade
A crise financeira que assola o país fez o BRB rever algumas previsões de crescimento do banco para 2015. Um comunicado foi emitido aos acionistas informando que a expectativa de captação, antes entre 12 e 16%, caiu e pode ser de apenas 8,5% com limite de 12,5%. Já o retorno sobre o patrimônio líquido médio, que tinha expectativa máxima de 17%, agora deve ficar entre 7 e 11%. O crescimento da carteira de crédito pessoa jurídica foi excluído da previsão, antes otimista em até 12%. Por outro lado, dois dados foram mantidos: a inadimplência (que deve ficar entre 2,2 e 3,2%) e a ampliação da carteira de crédito pessoas físicas, que pode bater 15%.


Novo Juiz
O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal empossou o juiz Luís Martius Holanda Bezerra Júnior como titular da 14ª Zona Eleitoral do DF, que abrange Asa Norte e Vila Planalto - uma das maiores do DF. Luís Junior é natural de Fortaleza-CE e graduado em direito pelo UniCeub. Atua como juiz de direito desde 2001 e é pós-graduado em direito civil.


Reconhecimento
A Defensoria Pública do DF realiza a primeira edição do projeto Pai Cidadão, que irá oferecer exames gratuitos de DNA para o reconhecimento espontâneo de paternidade. Qualquer pessoa pode participar. Os interessados devem procurar o posto de atendimento nesta quarta-feira (19), a partir das 9 horas, na Praça do Servidor da Câmara Legislativa.


Reflexão do dia
“De todos os órgãos da administração direta do GDF, as administrações regionais são as que estão mais próximas da população. Por isso devem ser fortalecidas em todos os aspectos. O administrador regional representa o governador na ponta”. Nilo Cerqueira, ex-administrador do Sudoeste.


Para finalizar... O Distrito Federal ocupa o sexto lugar no ranking nacional que avalia a transparência na administração pública. O levantamento é da ONG Contas Abertas, que leva em consideração o conteúdo, a atualização e a usabilidade de ferramentas como o portal www.transparencia.df.gov.br.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Notícias da política

OPINIÃO DA SEMANA

A vida é feita de lembranças, nem todas boas, é verdade, mas há fatos que marcam mais do que outros e no caso de um governo, marcam para sempre. Durante o governo Cristovam Buarque, o Massacre da Estrutural impediu que ele se reelegesse. Já na administração Agnelo Queiroz, o caos na saúde e a má gestão do governo como um todo o tiraram até do segundo turno. O atual governador começou mal. Olhando pra trás, descumprindo compromissos de campanha, parcelando salário de servidores, privilegiando fornecedores e devendo a muitos. Marcas que acabam não se apagando. Na saúde, segurança e educação, um tripé essencial pra qualquer gestão, as coisas pouco mudaram e para o cidadão comum, pioraram. Mas nada marcou mais estes quase oito meses de governo, do que o Massacre da Quadra 200 de Vicente Pires. A Agefis até poderia ser um instrumento importante de combate à ilegalidade e na defesa do patrimônio público, mas se perdeu no corporativismo e na falta de firmeza pra combater a grilagem e a invasão. Prevenção seria a palavra chave. Hoje é acusada de derrubar áreas mais pobres e se omitir-se em regiões ricas.

As críticas vieram de todos os lados. Parlamentares chegaram a pedir, em alto e bom som, a exoneração de servidores da Agência. Acuado, o governador Rollemberg respondeu, falando grosso; manteve a diretora-presidente e anunciou novas derrubadas. Pura insensibilidade. Governo que age assim tem prazo de validade antecipado. Melhor faria se tivesse anunciado a fiscalização nas ruas, de forma coordenada e controlada, para impedir a construção ilegal e buscar saídas para o que já está consolidado. A Agefis está mergulhada em descrédito e suspeição. Denúncias se multiplicam e para usar um termo da moda, está em metástase. E quando chega a este ponto, salvar o paciente pode custar a reputação de toda a equipe médica, no caso o governo. A soberba muitas vezes cega o governante e seus auxiliares; e o que mais o DF precisa é de um governo que enxergue longe e tenha compaixão.


Chá de panela
A Câmara dos Deputados vai gastar cerca de R$ 1 milhão em utensílios domésticos e móveis para os apartamentos funcionais da 302 Sul. Entre os itens, estão 144 mesas de jantar para seis lugares, 72 refrigeradores e 96 fogões.


Chá de panela 2
Já o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ostentará coletores de bitucas de cigarro de R$ 291 cada. O STJ comprou oito acessórios deste tipo, que são de chão, móveis, em aço inox e peso de 5 kg. O custo total foi de R$ 2,3 mil. Os levantamentos são da ONG Contas Abertas, que acompanha os gastos públicos em todos os poderes.


Lupa
A Controladoria-Geral do DF está fazendo uma auditoria nas contas de 2013 da antiga Secretaria de Publicidade Institucional. Os técnicos têm até o próximo 25 para apresentar o relatório final. Estão sendo analisados os contratos com as agências de publicidade Propeg, Agnelo Pacheco, Tempo, AV e Nacional - as duas últimas atenderam o governo por um curto período do ano e saíram após homologação da nova licitação. O alvo também são os repasses feitos às empresas que prestavam serviços complementares como gráficas, estúdios de fotografia e produtoras de audiovisual.


Substituição
Marcos Woortmann, indicação do PDT, pediu exoneração do cargo de administrador do Lago Norte. No lugar dele assumiu o então chefe de gabinete Leandro Casarin Dalmas, que também responderá pela administração do Varjão. Woortmann, que também havia sido administrador regional no governo Agnelo Queiroz, deixou o cargo para participar do programa do governo norte-americano Community Solutions, que oferece uma série de treinamentos em gestão pública.


No Pé
Uma representação do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do DF questiona o desmatamento de uma área na Colônia Agrícola Aguilhada, na região de São Sebastião. O terreno pertence à antiga ProFlora - empresa pública em liquidação que tinha o papel de reflorestar áreas públicas do DF. Há indícios de que o local está sendo preparado por grileiros, com a conivência de servidores públicos, para uma nova invasão.


Baita ApoioGoiânia sediou no domingo (16) mais uma edição da Corrida do Milhão, da Stock Car. O evento recebeu R$ 100 mil em patrocínio do BRB. A marca do banco também esteve estampada em um dos carros da prova: o do piloto Lucas Foresti, neto do empresário Nenê Constantino. O valor repassado neste caso ainda não foi divulgado. Mas no ano passado o patrocínio ao piloto era de cerca de R$ 72,5 mil por mês.


Destino
O chefe do Estado Maior da PM, coronel Marco Antônio Nunes, confirmou que os postos policiais implantados no governo Arruda serão desativados. A maioria já havia sido abandonada pela gestão passada. O presidente da Comissão de Fiscalização da Câmara Legislativa, deputado Joe Valle (PDT), quer saber agora o que será feito com as estruturas dos postos. Há desde proposta de ocupação pela Secretaria de Cultura até o uso por parte de associações e prefeituras comunitárias. O assunto é tema de uma audiência pública hoje (18), às 10 horas.


Reflexão do dia
“Para combater a corrupção é preciso fortalecer o arcabouço jurídico brasileiro, preenchendo as brechas da lei no sentido de endurecer as penalidades contra os corruptos e agilizar a aplicação da Justiça, evitando medidas que apenas servem para atrasar os processos”. Adelmir Santana, presidente do Sistema Fecomércio-DF.


Para finalizar...
Desde que foi inaugurado, o novo Estádio Mané Garrincha recolheu aos cofres públicos aproximadamente R$ 6,5 milhões em taxas de ocupação. De lá para cá já consumiu R$ 18,2 milhões em despesas.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Notícias da política

Três perguntas para... WASNY DE ROURE

O legado deixado enquanto esteve na Presidência da Câmara Legislativa ainda está de pé?

Wasny: Como presidente, em 2013 e 2014, agimos sempre para aumentar a transparência dos trabalhos realizados na Casa e indicamos servidores concursados para ocuparem cargos estratégicos da Câmara Legislativa. Implantamos diversos projetos, tais como o convênio com a gráfica do Senado Federal, a oferta de internet gratuita para servidores e para população, a disponibilização online do relatório e emendas dos deputados, implantamos também a sinalização visual, criamos um programa de estágio e passamos a realizar pregão eletrônico para aquisição de bens e serviços. Tudo isso gerou um avanço enorme para a instituição, com a diretriz de racionalização dos gastos públicos e a orientação para resultados. Nesse sentido destaco ainda o esforço que possibilitou a devolução de cerca de R$ 90 milhões do orçamento da Câmara Legislativa para investimentos na rede pública de saúde. Deixamos prontas as licitações da TV Distrital, com acompanhamento do MPDFT e TJDFT, o bicicletário e obras de arte. Cabe à nova Mesa Diretora aprimorar ou cancelar eventuais medidas.

A crise entre poderes, revelada no fim do semestre passado, prejudica a quem?

Wasny: Com certeza o povo é o grande prejudicado com uma crise desse porte.

Qual a avaliação que faz do governo Rollemberg?

Wasny: Acho que a falta de diálogo com a sociedade vem prejudicando muito esse governo. Isso gera dificuldade na percepção dos problemas e no encaminhamento das soluções.


Saia justa
O governador Rollemberg ficou um tanto quanto constrangido na última edição do "Voz Ativa no Planejamento", que ocorreu em Sobradinho 2. Em meio a uma enxurrada de elogios, o líder comunitário Davi Santos, representante da Vila Buritizinho, usou o microfone para dar outro tom ao evento. Fez duras críticas ao governo usando frases como "até agora nada foi feito" e "ajudo a contribuir com seu salário". O público ficou efusivo. Rollemberg titubeou na resposta. Focou nas dificuldades que encontrou ao assumir o mandato.


DivididoA polêmica envolvendo o uso de vagas de estacionamento por um restaurante da 210 Sul deixou o GDF dividido. Diante da pressão nas redes sociais, o governo se viu obrigado a divulgar nota informando que a ação “não cumpria todas as exigências para liberação da área”. O restaurante só tinha a autorização do Detran-DF, quando também deveria ter documentação da Administração Regional e outros órgãos. Até aí, tudo bem. O problema foram as postagens feitas pelo secretário de Turismo nas redes sociais. Jaime Recena tomou as dores da dona do negócio e desabafou: “Empreender em nosso país é algo cada vez mais complexo e burocrático”.


Derrubadas
A semana começa com uma notícia nada agradável para alguns moradores de Vicente Pires, Brazlândia, Lago Sul e da região do Altiplano Leste. Tudo porque ações nestas áreas estão previstas na agenda da Agefis. Os auditores começam o trabalho nesta segunda (17). Há desde terrenos públicos que foram cercados sem autorização até casas que foram construídas nos últimos dias. Todo o trabalho será acompanhado pela diretora-presidente da Agefis, Bruna Pinheiro, que por sinal está firme no cargo. É o que garantiu o governador Rollemberg em evento no fim de semana.


No vermelho
Os técnicos das secretarias de Fazenda e Planejamento vão passar os próximos dias focados no fechamento do relatório de gestão fiscal do segundo quadrimestre de 2015. A prévia não é nada otimista. O Governo do Distrito Federal deve continuar dentro do limite prudencial de gastos com pessoal; portanto sem poder contratar novos servidores por mais quatro meses. Os cálculos mostram que por muitíssimo pouco o Distrito Federal não ultrapassará o limite de 49% dos gastos com pagamento da folha. O que livra, pelo menos por enquanto, os gestores de punição por improbidade administrativa. No entanto, a preocupação é latente, já que no próximo mês haverá uma nova rodada de reajustes salariais aprovados na gestão passada.


Isso Tudo?
O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) está contratando empresa para fiscalizar e supervisionar a implantação da primeira fase do aterro sanitário de Samambaia. O valor estimado? R$ 409 mil. De acordo com o edital, o serviço é semelhante a uma consultoria: um profissional da empresa contratada terá que acompanhar o início da implantação do aterro e depois vai ter que treinar dois servidores do SLU para continuar esse trabalho. A abertura das propostas está marcada para 27 de agosto.


Ajuda especializada
Representantes da Pró-Federação em Defesa do Distrito Federal apresentam hoje (17), às 19h, no Clube Unidade de Vizinhança da Asa Sul, um estudo sobre a ocupação de áreas públicas por mobiliário urbano (quiosques, tendas, bancas e similares). O documento reúne mais de 30 mil informações. O objetivo é subsidiar o GDF na elaboração de leis para o setor e na finalização do Plano de Preservação do Complexo Urbanístico de Brasília (PPCUB), que deve ser reenviado a Câmara Legislativa neste semestre.


Expresso Pequi
Os governadores de Goiás e do DF se reúnem nesta segunda-feira (17) com o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, para tratar da implantação do trem de alta velocidade ligando Brasília a Goiânia. Liliane Roriz (PRTB) também participará da reunião, na condição de deputada distrital e legítima representante do autor da proposta: o ex-governador Roriz.


Reflexão do dia...
“Lamentável e inaceitável a decisão do Ibram em proibir o acesso de animais de estimação à Ermida Dom Bosco, a partir do primeiro de setembro. É de se esperar uma reconsideração dessa decisão absurda”. Paulo Dubois, ex-administrador do Parque da Cidade.


Para finalizar... a administração do Solar de Brasília fez as contas: em 2014, os moradores do condomínio pagaram ao GDF cerca de R$14,5 milhões em impostos e taxas públicas. Diante de tal contribuição, apresentaram um documento ao governo cobrando celeridade na regularização da área

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Notícias da política

RÁPIDO E RASTEIRO

* O ex-deputado federal Robson Rodovalho (PP) faz aniversário amanhã (15) e recebe convidados mais próximos em almoço numa fazenda na Região Metropolitana do DF. Hoje (14) também tem comemoração no Arena Hall, em Vicente Pires.

* Na viagem oficial que fez aos EUA, em uma das palestras, a distrital Sandra Faraj (SD) quis saber do fundador da cafeteria Starbucks porque a marca ainda engatinha no Brasil. A resposta foi curta e rápida: burocracia.

* A presidente do Sindicato dos Taxistas, Maria do Bonfim, tem passado noites e madrugadas em plantões do judiciário defendendo a categoria. Tem dado certo. A última peregrinação envolve a “expulsão” do ponto de apoio no Aeroporto JK.

* A Associação Brasiliense dos Blogueiros de Política (ABBP) lançou um portal, que reúne colunas com os bastidores do poder assinadas pelos associados. O endereço é www.portalabbp.com.br

* O governador Rodrigo Rollemberg assina, nesta sexta-feira (14), às 11h30, a ordem de serviço para início das obras de reconstrução da Escola Classe 1 do Riacho Fundo I, conhecida como Escola Verde.

* A inauguração do DF Plaza, nas margens da EPTG, foi adiada para o início do ano que vem. O motivo da prorrogação é o atraso - por conta de alvarás - nas obras de lojas e restaurantes âncoras como Renner, Coco Bambu e Outback.

* O custo do metro quadrado construído no DF fechou julho em R$ 1.142,17 - alta de 4,5% se comparado ao mês anterior. O cálculo do valor, feito pelo Sinduscon, leva em consideração o preço de produtos e da mão de obra.


Menos Policiais
É oficial. O número de policiais militares na ativa no Distrito Federal diminuiu. Em janeiro deste ano eram 15,1 mil. O levantamento da Secretaria de Segurança Pública e Paz Social mostra que em junho esse número caiu para 14,8 mil, principalmente em razão de aposentadoria. Para piorar, deste total, 705 estão cedidos a outros órgãos, como a Presidência da República e Câmara Legislativa.


Realidade melhor
Já em relação aos bombeiros, os dados são melhores. No começo do ano eram 6.159 militares na ativa. Em junho, o número caiu para 6.065. Em compensação, entre as forças de seguranças, o Corpo de Bombeiros é o que tem proporcionalmente mais profissionais cedidos. São cerca de 530. O número não inclui os bombeiros que exercem função administrativa na corporação. O curioso é que deste total, no fim do semestre passado, 5 não estavam cedidos, nem licenciados, nem lotados em alguma unidade.


Venha a Nós
Mesmo com a escassez de profissionais na estrutura do governo, o GDF vai ceder 8 especialistas em contabilidade pública ao Senado Federal. Faz parte de um acordo de cooperação técnica firmado em 2013 e renovado este ano. Na época, o objetivo era transferir para o DF profissionais de saúde diante do fechamento do serviço médico do Senado. Em contrapartida, a casa legislativa receberia apoio em áreas com carência de pessoal. O problema é que esta conta tem ficado cara para o GDF. Apenas 16 dos 80 médicos prometidos, de fato, estão trabalhando na rede pública de saúde.


Festival
A Secretaria de Cultura abriu licitação para contratar empresa responsável pela estrutura, transporte, hospedagem e alimentação de convidados do 48o. Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que deve ocorrer no mês que vem no Cine Brasília. O custo estimado é de aproximadamente R$ 930 mil. A empresa vencedora será conhecida no dia 25. É a primeira licitação que a Secretaria de Cultura conduz nesta gestão.


Caminhos jurídicos
A procuradora-geral do DF, Paola Aires, está em Natal, no Rio Grande do Norte, onde participa da reunião do Colégio Nacional dos Procuradores dos Estados e do DF. Um dos assuntos da pauta é polêmico e de total interesse do GDF: como descontar os dias não trabalhados por servidores públicos em greve. Os procuradores vão trocar ainda experiências sobre a utilização de depósitos judiciais, acordos em torno de precatórios e a possibilidades de transigir em ações judiciais ajuizadas contra o Estado, antes do trânsito em julgado.


Empurrão
Mais 25 microempreendedores - 14 da área urbana e 11 da rural - receberam cartas de crédito do GDF por meio do Fundo de Geração de Emprego e Renda do DF, o Prospera. É o sétimo lote de empréstimos, que em 2015 já somam R$ 3 milhões. Representantes da Secretaria do Trabalho, gestora do fundo, acreditam que cerca de 1,5 mil pessoas foram beneficiadas direta ou indiretamente até agora. Os setores econômicos mais influenciados pelos recursos são o comércio (55%), agricultura (24%), serviço (8%), indústria (7%), pecuária (4%) e artesanato (2%).


Em CampanhaNo próximo domingo (16), a partir das 8h, os moradores do Sol Nascente em Ceilândia recebem mais uma edição do projeto Família Legal, do Instituto Cabe - ligado a Polícia Militar do DF. O evento oferece atendimento gratuito nas áreas jurídica, médica e odontológica, além de atividades culturais e recreativas. No comando da ação está Mirta Brasil, que é esposa do deputado federal Fraga (DEM), conselheira do Instituto Cabe e ex-presidente do Conselho dos Direitos da Mulher.


Reflexão do dia
“Ao contrário de outros que ficam querendo cargos, estou cobrando o governador que ele honre o programa de governo que foi oferecido à população na campanha. Cobro, por exemplo, o compromisso estabelecido de não aumentar impostos para a população”. Reguffe - Senador (PDT/DF)


Pra finalizar... O Museu de Armas da Polícia Civil do DF recebeu 418 visitantes no segundo trimestre de 2015. A maior parte foi composta de alunos e professores da rede pública e privada de ensino. Do total apenas 8 visitantes não se enquadravam neste perfil.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Notícias da política

POR ONDE ANDA?

Maria da Guia assumiu o mandato de deputada distrital na legislatura 2003-2006. Era suplente na coligação PRP/PSD, que elegeu Rôney Nemer, Pedro Passos e Carlos Xavier. Na época teve 4.815 votos. Em seguida esteve no PSDB e hoje está no PMDB. Sempre discreta em Plenário, Maria da Guia apresentou 163 proposições. A maioria indicações e título de cidadão honorário. Apenas um projeto, de fato, virou Lei. A que cria centros de capacitação profissional nas regiões administrativas. Maria da Guia ocupou ainda a cadeira principal de quatro secretarias de estado e, depois de desistir de disputar novas eleições, foi chefe de gabinete do deputado Raimundo Ribeiro (na época no PSL). Em 2014 esteve lotada na vice-governadoria do DF, responsável pela assessoria de assuntos comunitários.

Em fevereiro deste ano foi nomeada na Câmara dos Deputados, no gabinete do deputado Rôney Nemer (PMDB). Pediu exoneração pouco tempo depois. Atualmente, além das atividades do PMDB Mulher no DF, atua como consultora na área pedagógica e dá palestras sobre educação.


Rastro
A Polícia e o Ministério Público Federal apuram onde foi parar a diferença entre os R$ 5 milhões que o dono da UTC, Ricardo Pessoa, delatou ter repassado a políticos do DF a pedido do ex-senador Gim Argello e o que, de fato, foi declarado em prestações de contas à Justiça Eleitoral. O valor não bate. Afinal, as doações recebidas da empresa no Distrito Federal e declaradas somam cerca de R$ 3,5 milhões. Há suspeita de que, pelo menos, cinco candidatos receberam recurso por meio de caixa dois. Os nomes estão listados num inquérito e devem ser alvo da próxima etapa da Operação Lava-Jato.


Avaliação
A ONG Adote um Distrital finalizou a pesquisa sobre transparência parlamentar, que avalia 32 quesitos, entre eles a divulgação de gastos do mandato e a interatividade com o cidadão. Dos 24 distritais, Chico Leite (PT) ficou em primeiro lugar com nota 9,9, Joe Valle (PDT) em segundo com 9,8 e professor Israel (PV) na terceira colocação com 9,5. Os três menos transparentes, segundo o levantamento, são os deputados Juarezão (PRTB), Luzia de Paula (PEN) e Telma Rufino (PPL) com nota 1,1.


Na Cola
Ainda sobre o Adote um Distrital, nesta quinta-feira (13) representantes da ONG vão protocolar na Câmara Legislativa pedido de abertura de processo disciplinar contra a deputada Liliane Roriz (PRTB). O argumento é de que a distrital foi condenada por improbidade mês passado, numa ação é acusada de receber um apartamento em Águas Claras na época em que o pai Joaquim Roriz era governador. A “doação” teria sido feita por uma construtora em troca da facilitação na liberação de empréstimo no BRB.


Sinalização
O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) vai contratar empresa para instalar placas de sinalização nas pistas do DF. O valor estimado do contrato é de R$ 2,8 milhões. A duração do serviço? Seis meses. O certame será no dia 21 de setembro. Recentemente o DER já havia divulgado edital para contratar empresa responsável pela sinalização horizontal das vias. A licitação, que soma R$ 15,3 milhões em dois lotes, também ocorrerá em setembro.


Comida na Mesa
Não há mais desculpa para faltar merenda na rede pública de ensino do DF, como tem ocorrido em escolas da Asa Norte e de Santa Maria. O Governo Federal repassou R$ 2,5 milhões para a Secretaria de Educação, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar. Com o dinheiro o GDF já iniciou o processo de compra de carne para ser servida aos estudantes.


E pode?
Um contrato firmado entre a Companhia do Metropolitano (Metrô-DF) e a Logit Engenharia Consultiva é alvo de questionamento do deputado Rafael Prudente (PMDB). O distrital alega que é uma incoerência contratar uma empresa que está sendo investigada pela CPI do Transporte na Câmara Legislativa por envolvimento na suposta fraude na licitação dos novos ônibus. Segundo Prudente, as investigações apontam que a Logit é uma das “protagonistas” de todo o processo suspeito.


Relacionamento
Chegou a vez dos representantes do setor de eventos serem ouvidos pelo governador Rollemberg. Um café da manhã organizado pelo Sindieventos está marcado para amanhã (14). Uma das reivindicações do setor é a redução de 5 para 2% no Imposto Sobre Serviços (ISS) cobrado na locação de espaços. Outra cobrança é por políticas mais agressivas para captação de eventos. Do início do ano para cá, o Distrito Federal tem perdido vários eventos para outros lugares como o Ceará e o Rio Grande do Norte.


Dia de Festa
O Lago Paranoá recebe no próximo sábado (15), a partir das 10h, a sexta edição do Brasília Yacht Day. É o maior encontro de barcos do Centro-Oeste. Serão 8 horas de muita música eletrônica, com os DJs Matheus Hartmann, Ale Assumpção, Andrei Mansur e Gui Guimarães. O início da festa será no Doka Beach Club, no Setor de Hotéis e Turismo Norte, e segue, em iates e lanchas, até a Barragem do Lago.


Reflexão do dia
“Se o GDF investisse em Inteligência, mais especificamente em previsão e antecipação, a Agefis não teria sofrido o desgaste de se ver obrigada a demolir casas já construídas. Esse tipo de situação é previsível e evitável”. Miguel Lucena, delegado de polícia e ex-coordenador de Análise da Informação do GDF.


Pra finalizar... Cerca de 840 mil veículos cadastrados no Distrito Federal já estão com o licenciamento de 2015 emitidos. Os donos de outros 757 mil precisam regularizar a situação até 30 de setembro, quando começa a fiscalização.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Notícias da política

BATE E RABATE

O governador deve vetar ou sancionar a proposta aprovada pela CLDF que libera a vaquejada?


“A vaquejada é um esporte já centenário, que veio do Nordeste para cá. Impedi-lo aqui é aculturar a cultura nordestina. Quando se fala em maus-tratos de animais é a mais pura mentira. Daqui a pouco vão proibir até que ande no cavalo”. Dr Michel - Deputado Distrital.

“Governador não tem de seguir recomendação do Ministério Público, mas proibir vaquejadas é o correto. Prática cruel que não se justifica pela tradição. Quando comecei no jornalismo cobri vaquejada. Não entendi a alegria daquelas pessoas diante de animais derrubados com violência” Hélio Doyle - jornalista e ex-secretário da Casa Civil.


Gastadores
Os oito deputados que representam o DF na Câmara dos Deputados já gastaram em 2015 cerca de R$ 1 milhão do chamado “Cotão” - usado para cobrir despesas com alimentação, combustível, consultoria e divulgação da atividade parlamentar. Somente em julho foram R$ 129,2 mil. No mês em que os deputados tiveram 15 dias de recesso, o campeão de uso da verba foi Rôney Nemer (PMDB), com R$ 27,3 mil. Metade foi gasta com serviços postais. Quem menos gastou foi Izalci (PSDB), com R$ 6,2 mil.


Apuração
O Tribunal de Contas do DF acatou representação feita pelo Ministério Público para que sejam apuradas supostas irregularidades na contratação emergencial de teste para hemograma feita pela Secretaria de Saúde no início deste ano. O MPC sustenta que a emergência foi “fabricada” e que o preço praticado ficou acima do normal. Cada teste custou ao DF R$ 2,40 - enquanto o mesmo produto foi vendido pela mesma empresa a outro órgão público a R$ 1,76.


Pelas beiradas
Mesmo diante do anúncio de que as despesas com diárias estariam suspensas por conta da crise financeira, o GDF já gastou em 2015 cerca de R$ 200 mil em pagamentos desta natureza. No topo do ranking de servidores que mais receberam o benefício está o presidente da Adasa, Vinicius Benevides. Foram R$ 28 mil. Nestes valores não estão incluídos os pagamentos de passagens aéreas e rodoviárias.


Pelas Beiradas 2
Já a Câmara Legislativa e o Tribunal de Contas do DF gastaram juntos R$ 167,6 mil em diárias neste ano. Entre os distritais, os que mais receberam foram Delmasso (PTN), Júlio César (PRB) e Sandra Faraj (SD), com R$ 11,1 mil cada. Os três estiveram no início do mês nos EUA e Canadá. No TCDF o presidente Renato Rainha acumula R$ 19,4 mil em diárias em 2015, seguido pelo conselheiro Inácio Magalhães, com R$ 16,7 mil. Entre os procuradores do Tribunal de Contas, Demóstenes Albuquerque foi o mais beneficiado, com o R$ 11,2 mil em diárias.


Viajando
A propósito, nesta quarta-feira (12), cinco distritais estarão fora de Brasília. Celina Leão (PDT), Cristiano Araújo (PTB), Liliane Roriz (PRTB), Lira (PHS) e Rafael Prudente (PMDB) estão em São Paulo, a convite da Federação das Indústrias do DF. Os cinco vão participar da WorldSkills Competition - maior competição de educação profissional do mundo. Esta é a primeira vez que um país da América Latina recebe uma edição do evento.


Futebol
Jogadores, dirigentes de clubes, entidades de classe e representantes do poder público se reúnem hoje (12), às 19h, na Câmara Legislativa, numa audiência pública para debater a realidade do futebol profissional do DF. O autor da proposta é o distrital Ricardo Vale (PT). O objetivo é solucionar os problemas enfrentados, principalmente, na realização do Campeonato Candango, que neste ano teve partidas com portões fechados por falta de estrutura dos estádios.


Financiador
O BRB liberou R$ 30 mil em patrocínio para o espetáculo “Coração a Batucar”, da cantora Maria Rita. A apresentação foi no sábado (8), no pátio do Shopping Iguatemi. O ingresso mais barato custava R$ 100. Neste ano, mesmo diante da crise, o banco já repassou R$ 175 mil para os organizadores do show de Caetano Veloso, R$ 80 mil para a vinda de Maria Gadú e R$ 100 mil para o projeto Na Praia.


Internacional
Confirmado. Em 9 de setembro, Brasília receberá Rudolph Giuliani, num evento no Centro Internacional de Convenções. O ex-prefeito de Nova York participará de um seminário sobre gestão pública.


Reflexão do dia...
“O Ministério da Justiça, de forma irresponsável, tem afirmado que 120 mil vidas foram salvas por causa da vigência do Estatuto do Desarmamento. Um dado fantasioso. A tese é repetir uma mentira mil vezes para que ela se torne uma verdade. Os resultados são pífios. Por isso temos que rever essa legislação”. Fraga, deputado federal (DEM).


Pra finalizar... O DF registrou 8,6 mil casos de dengue em 2015 - até a última segunda-feira (10). Isso representa redução de 23% se comparado ao mesmo período de 2014.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Notícias da política

OPINIÃO DA SEMANA

Tem jogo que dá gosto de assistir, embora haja partidas em que o time só é bom no papel. Calma, não estou falando do Brasileirão! Me refiro ao gol de placa marcado numa tabelinha sensacional pelo time de Goiás. Lá o Procon pesquisou, comprovou a uniformidade e o abuso dos preços, lançou na medida para a Justiça, que emendou de primeira, furando a retranca dos donos de postos de gasolina, que malandramente aumentaram os preços, na cara de todo mundo. E se deram mal. Resultado: vitória da moralidade, da legalidade e do povo goiano. Podem baixar os preços e nada de precinho igual, disse sua Excelência. Multa diária e um belo puxão de orelha na esperteza. Já em Brasília... o preço é abusivo e uniforme e ninguém tem dúvida. Riem de nós. Fora um posto sofredor da Asa Norte, a bem da verdade, o resto tá tudo no mesmo balaio. O GDF finge que não é com ele e o Procon faz cara de paisagem.

Já o Ministério Público, ao que parece está contundido, pois não enxerga a esperteza dos donos de postos. Todos conhecidos e nas colunas sociais. A Justiça, coitada, está vendada e sozinha nada pode fazer. O time da capital do país é desentrosado, lento, fora de forma e só se mexe quando sai algo na mídia. Se não vira pauta o povo que se lixe. Moral da história: nossa defesa sempre toma de goleada. Afinal o time de cá é patrocinado por redes que, de quatro em quatro anos, estampam suas marcas nas campanhas eleitorais. Quem não conhece o tal ticket combustível, distribuído com desenvoltura entre todos que trabalham em campanhas. Ao que parece não tem jeito não. Coitados de nós.


Termômetro
Rollemberg havia convidado os 24 distritais para um café da manhã hoje (11) na Residência Oficial de Águas Claras. No início da noite de ontem (10), o encontro foi cancelado. A renúncia de Domingos Lamoglia ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas pesou na decisão de adiar a reunião, que foi remarcada para quinta (13). A sucessão no TCDF vai entrar na pauta, que contará ainda com discussão em torno de mais uma etapa do “Pacto por Brasília”. Diante das novidades, não será surpresa se dois deputados do PT apareceram para o café. Um deles inclusive já declarou “estar em dúvida sobre a ida”.


Blindagem
O Palácio do Planalto tem feito de tudo para impedir o andamento da “pauta bomba” na Câmara dos Deputados. Vale até impedir a abertura de sessão. Tarefa que tem sobrado para a vice-líder do PT na Casa, a deputada Erika Kokay. Já foram três requerimentos, um deles ontem (10), exigindo quorum para abertura dos trabalhos.


Na Berlinda
O Corpo de Bombeiros suspendeu a licitação para a compra de uma lancha, que serviria para atender ocorrências no Lago Paranoá. O custo estimado é de R$ 1,5 milhão. Uma empresa apresentou pedido de impugnação do edital, alegando que é restritivo. O caso está sendo avaliado. O processo não tem data para ser retomado.


Em prol do Uber
O GDF montou uma comissão com o intuito de modernizar a política de transporte individual de passageiros. O objetivo principal é incluir novos tipos de serviços, como os oferecidos pelo Uber. Fazem parte da comissão representantes das secretarias de Mobilidade, Fazenda e Segurança, além de servidores do Detran, PM, Procuradoria-Geral e Casa Civil.


Crise?
A venda de veículos usados no DF aumentou 6% em julho se comparado ao mês anterior, com medida de 822 negócios fechados por dia. Se o parâmetro for o mesmo período do ano passado a melhora foi de 19,6%. O dado é da Federação Nacional das Associações das Revendedoras de Automóveis, a Fenauto. O carro usado mais vendido no DF continua sendo o WV Gol.


Fim da farra!
O distrital Júlio César (PRB) está inconformado com o valor da gratificação paga aos conselheiros das empresas públicas do DF. A remuneração é feita por cada reunião, sendo que a soma mensal não pode passar de R$ 13 - o equivalente a 40% do salário de um presidente de empresa. Pela proposta apresentada pelo deputado, esse percentual máximo cairia para 20%. Ou seja: metade do que recebem atualmente os conselheiros.


Suspenso
A justiça ordenou a suspensão dos seis contratos firmados entre o comando do Exército e a empresa Glágio do Brasil para o fornecimento de 44 mil capacetes balísticos à instituição. A decisão – em caráter liminar – é uma resposta ao pedido apresentado, no mês de julho, pelos Ministérios Públicos Federal (MPF) e Militar (MPM). Na ação civil pública, os autores citaram a existência de indícios de que os equipamentos não oferecem segurança aos militares. Juntos, os contratos representam um custo de R$ 44,2 milhões aos cofres públicos.


Reflexão do dia...
“Está na hora de voltarmos a ideia de implantar o parlamentarismo no Brasil. As crises políticas seriam superadas mais facilmente”. Eliana Pedrosa, ex-deputada distrital.

Para finalizar... Pelos cofres do GDF já passaram R$ 17,1 bilhões em 2015. Somente em arrecadação de impostos foram R$ 7,7 bilhões.

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Notícias da política

Três perguntas para... RODRIGO ROLLEMBERG

Como avalia os sete primeiros meses como governador?

Rodrigo Rollemberg: O balanço que faço é positivo. Neste período conseguimos iniciar a obra de infraestrutura no Sol Nascente, estamos recapeando 177 km de vias públicas, retomamos as obras de infraestrutura do Parque do Riacho 2, vamos entregar dois mil apartamentos no Paranoá Parque, começamos a faz a estação de tratamento de água de Corumbá IV, também conseguimos resolver problemas que havíamos encontrado em empréstimos que vão permitir que possamos ter um conjunto de obras muito importantes para Brasília. Obras como a expansão do Metrô, o Trevo Triagem Norte, o Corredor Torto-Colorado, o túnel no centro de Taguatinga e o viaduto ligando o Parque da Cidade a EPIG, que foi liberada a licitação pelo Tribunal de Contas. Portanto, é um conjunto de obras importantes para melhorar a qualidade de vida da população e, ao mesmo tempo, também que vai movimentar a economia da cidade.

Por que manter integrantes do governo passado na estrutura do GDF?

RR: Primeiro é importante relativizar isso. Nós, quando assumimos o governo, com trinta dias tivemos que publicar o balanço quadrimestral do governo passado e nós já estávamos no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Isso nos impediu de fazer novas contratações até o Tribunal [de Contas do DF] dar uma interpretação sobre essa questão. E isso fez com que a gente tivesse que manter nos cargos algumas pessoas que já estavam lá. Para mim, na administração pública, não importa o partido político. Importa se a pessoa que está lá tem compromisso, tem competência e está lá para levar benefício para o população. O essencial é trabalhar com afinco com a coisa pública.

 As aulas na rede pública foram retomadas semana passada. Os alunos têm o que comemorar?

RR: Não tem escola sem professor. Nós autorizamos a contratação de mais de 5 mil professores temporários na rede pública e todas as escolas têm professores. O que nós temos são escolas que precisam de reformas. Reconhecemos isso. E nós queremos, ao recuperar a capacidade de investimento do Distrito Federal, termos condições de melhorar a qualidade das nossas escolas. Fizemos pequenas reformas, pequenos reparos no início do ano, antes de começar o ano letivo. Mas sabemos que ainda temos grandes desafios no sentido de melhorar a qualidade das nossas escolas.


Tchau, tchau...
Onze servidores do GDF foram expulsos em 2015. Quase todos ligados às forças de seguranças. Foram três policiais militares e cinco civis. Os demais eram analistas de políticas públicas lotados nas secretarias de Cultura, Trabalho e Gestão do Território. Os motivos variam desde condenação por homicídio até extorsão. Mas o que mais provocou demissões foram atos de improbidade.


Licitação milionária
A Polícia Militar quer atualizar os equipamentos usados na comunicação entre o 190 e as viaturas. Para isso, deve gastar R$ 47,9 milhões na compra de terminais de radiocomunicação digital. As empresas interessadas em participar da licitação têm até o dia 26 para apresentarem propostas.


Diretoria completa
O quadro de diretores do BRB agora está completo. Foi escolhido o nome para o único cargo que estava vago. Marco Aurélio Monteiro de Castro assumirá a diretoria de Risco, que também acumula atribuições de Controladoria. O presidente do banco, Vasco Cunha, estava respondendo pelo posto.


Qual vai sair?
Dois requerimentos que pedem a criação da CPI da Saúde estão circulando pela Câmara Legislativa. O primeiro, elaborado pelo deputado Delmasso (PTN), estende o período de investigação do governo passado até o atual, com objetos que vão desde o ponto eletrônico nos hospitais até contratos para compra de medicamentos e próteses. O outro documento, que teria sido produzido pela assessoria da Presidência, restringe aos quatro anos de Agnelo Queiroz (PT), com um foco: a contratação da empresa responsável pela Carreta da Visão.


Lazer nas quadras
O distrital professor Israel (PV) quer levar a experiência do Eixão do Lazer para todo o DF. Um projeto de autoria dele estabelece que cada região administrativa poderá eleger um trecho de rua ou quadra para interromper o trânsito para práticas esportivas e culturais nos domingos e feriados.


Assiduidade
Os senadores Reguffe (PDT) e Hélio José (PSD) estiveram presentes em todas as sessões plenárias do Senado Federal desde que tomaram posse, no início do ano. Já o outro representante do DF, o senador Cristovam Buarque (PDT), acumula duas faltas em 2015.


Reflexão do dia...
“Existe uma série de variáveis que precisam ser corrigidas na Câmara. Comunicação é uma delas. Precisamos de uma TV Distrital urgente.” AGACIEL MAIA, deputado distrital.


Pra finalizar... Do início do ano até agora 10 ônibus do transporte público do DF foram incendiados durante protestos. O prejuízo para as empresas passa de R$ 3 milhões.

domingo, 9 de agosto de 2015

Comunicado

Amigos,

Nosso site está em fase de migração para um novo Portal. Temporariamente, as notícias poderão ser acessadas clicando aqui. Não deixe também de conferir informações exclusivas todos os dias no jornal Alô Brasília, nas rádios Supra FM (90,9), Paranoá FM (98,1) e aos sábados na Atividade FM (107,1).

Pedimos desculpas pelos transtornos.

Celson Bianchi

sábado, 8 de agosto de 2015

Rapidinha



Um balanço do trabalho no Senado, a relação com Palácio do Buriti, vida pessoal e a resposta a uma pergunta que até então nenhum jornalista havia feito: por que o apelido "Gambiarra"? De forma rápida e objetiva o senador Hélio José (PSD) responde a todas essas perguntas na "Rapidinha do Bianchi". Assista!

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

No Mato Grosso

Imagem da Internet
Celina Leão: viagem oficial

A deputada Celina Leão (PDT), está em Cuiabá/MT. Viajou ontem (06) para participar do Fórum dos Governadores do Brasil Central. Passagem e duas diárias serão pagas pela Câmara Legislativa.

Pit stop

Imagem da Internet
Juarezão: licença após recesso

O deputado distrital Juarezão (PRTB) voltou do recesso parlamentar, participou da solenidade de entrega do Título de Cidadão Honorário ao ex-governador Joaquim Roriz e apresentou pedido de licença para tratar de assunto pessoal. Vai ficar fora por mais uma semana.

Vem aí!

Celson Bianchi estreia no Alô

A partir de segunda-feira (10) os leitores de Celson Bianchi também poderão conferir os bastidores da política e as movimentações do mercado empresarial no Alô Brasília. A coluna Ons e Offs, que já foi assinada por Lívio Di Araújo e Thiago Monteiro Tavares, retorna às páginas do jornal numa nova roupagem. O site celsonbianchi.com.br continuará com conteúdo exclusivo e atualizações diárias.

Alvoroço

Imagem da Internet
Ana Dubeux

Uma mensagem publicada pela jornalista Ana Dubeux no perfil que mantém numa rede social tem deixado políticos de Brasília sem sono. O texto é o seguinte: "A partir de 2a feira a política de #Brasília não será mais a mesma. Ninguém escapará. Aguardem". Muitos acreditaram se tratar de um novo escândalo, operação da polícia ou do Ministério Público. Mas não! Trata-se do mais novo blog do Correio Braziliense, que estreia na semana que vem. O CB Poder vai contar os bastidores da política do DF.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Articulação

Imagem da Internet
Rollemberg: agenda cheia

O governador Rollemberg retomou o ciclo de conversas com deputados distritais iniciado durante o recesso parlamentar. Hoje (06) esteve com Rafael Prudente (PMDB), Raimundo Ribeiro (PSDB), Lira (PHS) e Professor Reginaldo Veras (PDT).

Turismo

Imagem da Internet
Brasília e Moçambique: intercâmbio

O governo de Moçambique está negociando com a Secretaria de Turismo do DF um evento para apresentar o país ao trade turístico local. Uma das principais atrações da nação do leste africano é a paradisíaca ilha Medjumbe - frequentada por milionários da Europa. A data do evento ainda não foi definida. A divulgação de Brasília a investidores de Moçambique também está sendo negociada pelo secretário Jaime Recena com o conselheiro para Assuntos do Turismo e Cultura de Moçambique, Romualdo Johnam.

Apoio

Divulgação
Agaciel: remanejamento de recursos


A ampliação do Hospital da Criança de Brasília está garantida. Coube ao presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças da Câmara Legislativa, deputado Agaciel Maia (PTC), remanejar R$ 30 milhões dos recursos que antes seriam usados para a realização da Universíade - os jogos mundiais universitários.

Em Brasília

Imagem da Internet
Maurício de Souza estará na UnB

O criador da Turma da Mônica estará em Brasília na próxima segunda-feira (10). Maurício de Souza vai contar a trajetória profissional durante Aula Magna na UnB, que marca o início da vida acadêmica de 4 mil calouros.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Estratégia?

Sandra, Júlio e Delmasso: missão oficial

A propósito, quem acessa as páginas que os deputados Sandra Faraj (SD), Julio César (PRB) e Delmasso (PTN) mantêm nas redes sociais nota algo estranho. Os três estão em missão no exterior. Mas a impressão é de que não saíram de Brasília. O motivo? Os distritais prepararam vídeos, postagens de homenagens e outras firulas, passando a sensação de que estão "nas ruas trabalhando".

Férias

Imagem da Internet
Faraj e o marido: escala na Áustria

A distrital Sandra Faraj (SD) está nos Estados Unidos, onde representa a Câmara Legislativa num evento que reúne legisladores de 40 nações. Embarcou no fim de semana. Antes, esteve na região de Mondsee, na Áustria, com o marido. Fez questão de divulgar fotos, com data e georreferenciamento, para não confundir uma viagem com a outra.

Ligação gratuita

CLDF: cidadão mais próximo

A ouvidoria da Câmara Legislativa vai ganhar um número 0800 para receber denúncias, sugestões e elogios da sociedade. A novidade vai custar aproximadamente R$ 114 mil. A licitação para escolha do fornecedor ocorre no próximo dia 18.