segunda-feira, 27 de abril de 2015

Mais uma ação...

Imagem da Internet
Marco Lima foi deputado distrital em 95

O Ministério Público do DF ajuizou ação de improbidade administrativa contra o ex-governador Agnelo Queiroz (PT) por ter reintegrado o ex-deputado distrital Marco Lima à Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). O ato foi editado em 2012. Também são réus na ação Paulo Guimarães, ex-consultor jurídico do Distrito Federal; Raimundo Junior, que era advogado da Consultoria Jurídica; Tulio Malheiros, ex-chefe do Núcleo de Gerência Institucional da PM; e Rogério Leão, ex-chefe da Casa Militar. Todos teriam participado do processo que levou à reintegração do militar. O prejuízo aos cofres públicos com o pagamento retroativo, segundo o MP, ultrapassa o valor de um milhão de reais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário