segunda-feira, 27 de abril de 2015

Opinião da semana

A Pandora está nua

Reportagens do Correio Braziliense, conduzida pelas jornalistas Ana Maria Campos e Helena Mader, traz de volta um tema que já parecia esquecido na cidade e coloca na ribalta novos personagens e em xeque a falsa verdade do Delator. Ameaçados e com medo, dois ex-assessores de Durval Barbosa fugiram do MPDFT e foram bater às portas do Ministério Público Federal para dar novo sentido à trama conduzida até agora pela palavra de um só. Mas estes depoimentos não podem ser vistos de forma isolada. Quem conhece a fundo a verdadeira história do esquema da Codeplan e a personalidade vaidosa do Delator sabe que ele até agora falou meias verdades e ao mesmo tempo em que procurou atingir seus desafetos, poupou muitos dos seus aliados, que agora podem assumir o papel de protagonistas. A justiça não pode se conformar apenas com a palavra de quem tem interesses obscuros e que vive glória de herói, quando na verdade é Réu confesso. É hora do Ministério Público do Distrito Federal mudar de posição e, em vez de proteger o Delator, passar a investigá-lo. O caso da Operação Lava a Jato é um bom exemplo, onde delatores são investigados em suas verdades e não tratados como heróis. Se a Pandora está nua é hora de saber quem vai ter coragem de investigar Durval e abrir a verdadeira caixa de Pandora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário