segunda-feira, 8 de junho de 2015

Reação

Imagem da Internet
A imagem da discórdia

O distrital Rodrigo Delmasso (PTN) entrou com representação no Ministério Público Federal contra os organizadores da Parada Gay de São Paulo. O deputado, que é pastor da Sara Nossa Terra, alega prática de crime de intolerância - no caso de uma transexual que estava num trio elétrico simulando Jesus crucificado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário