terça-feira, 9 de junho de 2015

Três perguntas para... Chico Vigilante

Imagem da Internet
Chico Vigilante: "está faltando competência"

Declaradamente oposição ao governador Rollemberg, o deputado distrital Chico Vigilante (PT) não tem perdido a oportunidade de usar a tribuna da Câmara Legislativa para atacar o atual governo e, ao mesmo tempo, defender o ex-governador Agnelo Queiroz. Sobre esse e outros assuntos ele responde às "três perguntas do dia..."


CB- Afinal das contas, tinha ou não tinha dinheiro na virada do ano?
Chico Vigilante:
Nós provamos que tinha e tem dinheiro. E agora está provado pelo Tribunal de Contas que os dados divulgados pelo Rodrigo Rollemberg de R$ 64 mil eram fantasiosos e mentirosos. Porque ele pegou o resultado de uma conta, enquanto que o GDF tem 20 contas no BRB, 20 no Banco do Brasil e 15 na Caixa Econômica Federal. E cada Secretaria tem a sua conta. Ao todo, são mais de mil contas. E eu não estou falando do dinheiro dos fundos, uma vez que o fundo de previdência é um dinheiro que não pode mexer, pois é para o pagamento de aposentadoria dos servidores. Hoje tem R$ 3 bilhões no fundo de previdência. Portanto, nós provamos que tinha e tem, o que está faltando é competência.

Sobre a compra de órtese e prótese. Quem deverá pagar a conta?
Primeiramente, mentiram mais uma vez dizendo que tinha sido gasto R$ 12 milhões. Na verdade, de acordo com a nota de empenho, o gasto foi de R$ 960 mil e foi empenhado nesse governo. Agora em 2015, logo foi mais uma falácia para tentar desmoralizar o governo anterior, porém derrubamos essas mentiras uma por uma. E as órteses e próteses são necessárias. Tem três mil pessoas na fila esperando por uma cirurgia.

Em se tratando da TLP, o senhor acha que vai passar na Câmara?
Espero que não. E terá o meu voto contra, porque a Taxa de Limpeza Pública aumentará em 40% o valor que é hoje. Então, em uma cidade que esta em crise, a unidade da Federação que tem o maior índice de desemprego hoje, onde tantos os servidores federais como os servidores distritais foram arrochados, onde a iniciativa privada está praticamente parada, como é que nós vamos aumentar mais taxas? Então, acho que está na hora do Governo buscar outras maneiras de ter financiamento, que não é onerando quem paga impostos. Por isso, saiu uma pesquisa hoje apontando que o governador já tem um índice de rejeição maior do que de aprovação. E a classe C é a que mais reprova o governador Rodrigo Rollemberg porque é exatamente esta classe a que mais necessita, que precisa de serviços básicos, como saúde, educação e segurança, que não estão sendo atendidos

Nenhum comentário:

Postar um comentário