terça-feira, 7 de julho de 2015

Três perguntas para... Reguffe

Imagem da Internet 
Reguffe: relação com o Buriti não melhorou

O senador Reguffe não esconde de ninguém que ajudou a eleger o atual governador, nem a amizade que mantém com Rodrigo Rollemberg. Apesar disso, também é transparente para afirmar a relação com o Palácio do Buriti não está lá essas coisas. Sobre esse e outros assuntos, ele responde às "três perguntas do dia..."


CB- Ainda tem esperança de que Rollemberg vai reduzir os impostos dos remédios?
Reguffe: Tenho responsabilidade na eleição do Rodrigo. Não tenho nenhum cargo, nem nada no governo e não quero ter. Mas vou cobrar que os compromissos constantes no programa de governo oferecido à população sejam honrados. Tenho obrigação de cobrar. Gosto do Rodrigo, mas não dá para aceitar que, por exemplo, essa questão dos remédios não seja cumprida. Ninguém compra remédio porque quer, compra porque precisa. O correto seria o governo distribuir remédios gratuitamente para toda a população, mas na impossibilidade disso, o mínimo que o governo deveria fazer é não tributar esses medicamentos.

A relação com o Buriti melhorou?
Infelizmente não. Gostaria que melhorasse. Eu e Rodrigo construímos uma relação especial, diferente dessas que muitas vezes existem na política. Mas melhorar só depende do governo dele honrar o que se comprometeu com a população na campanha.

Vai atuar apoiando algum candidato nas eleições do Entorno no ano que vem?
Não sei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário