segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Notícias da política

Três perguntas para... Cláudio Abrantes

Como avalia o atual cenário político do DF e do Brasil?

Cláudio Abrantes: Vejo com preocupação. A política é uma atividade do ser humano, deve ser praticada unicamente para o bem comum, para a sociedade. No entanto, o que vemos hoje é um descrédito total da política. Isso afeta quem pratica a boa política e desestimula quem gostaria de entrar. Então, creio as instruções democráticas devem assumir seu papel para que esse instrumento, da sociedade, não se perca.

Como está a expectativa para retornar à Câmara Legislativa, caso Dr. Michel seja indicado para o TCDF?
Cláudio Abrantes: Estou à distância, não quero gerar expectativa demais e correr o risco de me decepcionar. Mas se tiver que voltar, estou pronto.

Você realmente pensa em mudar de partido?
Cláudio Abrantes: Sobre a mudança de partido, não penso nisso. Muita gente, até do PT, me coloca na Rede, por causa de um almoço que tive com pessoas que estão por trás da criação da nova legenda. A Rede não foi criada e não temos nada oficial. Nunca dei declaração falando disso, mas sempre me colocam na sigla, mesmo sem ela existir formalmente. Estou filiado ao PT, isso é fato.


Revisão
Depois das discussões em torno da redução da maioridade penal, a Câmara dos Deputados pode iniciar ainda neste ano a revisão da Lei de Execução Penal. Um dos itens que devem ser revistos trata dos chamados “saidões” - que concedem liberdade a detentos em datas como dia dos pais e o Natal. O problema é que alguns beneficiados não voltam e outros retornam aos presídios portando drogas e até armas. O requerimento que pede a criação de uma Comissão Especial para revisar a Lei é do deputado Laerte Bessa (PR), que representa DF.


De jogador a playboy
Brasília recebe amanhã (25) a cúpula do Partido Republicano Brasileiro (PRB) para as comemorações dos 10 anos de criação da sigla. O evento será no Congresso Nacional e deve marcar a filiação do zagueiro pentacampeão mundial Edmilson - atual integrante da comissão técnica da Seleção Brasileira de Futebol. Também confirmaram presença artistas, atletas e celebridades, como o conde Chiquinho Scarpa, que passou a integrar as fileiras do partido recentemente.


Eu pago, tu pagas...
A Câmara Legislativa vai pagar “uma diária” ao vereador curitibano Jorge Bernardi (PDT) para que ele venha a Brasília. O motivo da visita? Prestar informações aos integrantes da CPI criada para investigar supostas irregularidades na licitação do transporte público do DF. Bernardi foi presidente de uma outra CPI que investigou a concorrência para escolha dos operadores do serviço de transporte de Curitiba.


Luxo
A Secretaria de Turismo abriu licitação para contratar empresa especializada em terceirização de mão de obra de garçom, cabineiro e recepcionista. A vencedora irá atender às demandas da Setur e dos administradores da Torre de TV. O valor estimado do contrato é de R$ 382 mil. A abertura das propostas será feita no próximo dia 4.


Contrato aditivado
O Tribunal de Contas do DF fez um aditivo ao contrato de prestação de serviço de locação de veículos e motorista. A empresa responsável vai receber R$ 192 mil para atender às demandas de agora até o dia 27 de outubro - cerca de 2 meses a mais de serviço. Do início do ano até agora o TCDF já empenhou aproximadamente R$ 1,8 milhão para pagar despesas deste contrato.


Reconhecimento
A Escola de Música de Brasília (EMB) está perto de ser considerada Patrimônio Cultural do Distrito Federal. A proposta, de autoria da deputada Luzia de Paula (PEN), foi aprovada na Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Legislativa e agora seguirá para o Plenário. Recentemente uma outra escola recebeu o mesmo título: a antiga Escola Industrial de Taguatinga (EIT). O título ajudou a movimentar o espaço com mais atividades culturais e comunitárias.


Reflexão do dia...
“Precisamos enaltecer o trabalho do Ministério Público e do poder Judiciário no combate à corrupção. As ações contra a corrupção devem ser constantes e permanentes para garantir a defesa do patrimônio público. Mas existe a complacência da sociedade com corruptos contumazes e com pequenas transgressões que são a raiz da corrupção. Precisamos de penas mais eficientes para quem for condenado por corrupção”. Chico Leite - deputado distrital


Pra finalizar... O Projeto Cão-Guia de Cegos do DF realiza uma campanha de financiamento coletivo para construir uma pequena fábrica de brindes, que vai ajudar a dar autonomia financeira ao projeto. Até o dia 26 de setembro é possível fazer doações de R$ 10 a R$ 2 mil pelo Kickante.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário