segunda-feira, 3 de abril de 2017

Não ficou no esquecimento

Imagem da Internet
Emissora alvo de ação

A Procuradoria da República do DF entrou com uma ação civil pública contra a RecordTV Brasília, exigindo que a emissora desembolse 500 mil reais num fundo nacional de combate à discriminação e veicule campanhas educativas sobre o tema. O pleito está relacionado ao episódio em que o ex-apresentador Balanço Geral, Marcão do Povo, chamou a cantora Ludmilla de “pobre e macaca”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário